Livro: Mil pedaços de você (Análise e tudo mais)

wallpapers_mil-pedacos-de-voce

Olá Meninas Bonitas!!!! Hoje é dia de análise de livro aqui no blog Flicka ^^

Sabe quando você está tendo um ritmo de vida tão agitado, que tudo o que você quer é algo que ande na contra mão de toda essa loucura cotidiana?

Pois é, eu estou assim!

Já faz um tempo que estou a procura de livros, que tivessem um clima mais sossegado para ler naqueles intervalos entre uma correria e outra. Só que eu sou bem aquele tipo de pessoa que curte uns assuntos mais complexos e também confesso que tenho uma certa intolerância (não me orgulho disso, sério!) com aquelas escritas mais “café com leite”, que você não precisa de esforço algum para entender os personagens e que assim que você termina de ler o primeiro capítulo já consegue deduzir, sem dificuldade, o que vai acontecer no final da história.

Foi aí que depois de fuçar todos os livros da minha estante e não achar nada do tipo que eu queria, fui correndo para os meus ebooks (eles tem sido a solução para meus problemas ultimamente) e encontrei perdido em meio a vários outros livros que estavam na minha lista de leitura, Mil Pedaços de Você.

A principio não botei muita fé não, mas a capa dele era tão bonita, que depois de alguns instantes a observando, ela me seduziu. Tentei me afastar, mas já era tarde demais. Quando me dei conta já estava na metade do primeiro capítulo, o que fora o suficiente para me fazer querer ler o restante do livro todo.

Quer saber mais sobre o livro, ou o que eu achei dessa história? Então, continuem ligadinhas aí na análise 😉

 

MIL_PEDACOS_DE_VOCE__1446086279532501SK1446086279B

 

Informações básicas…

Lançado em 2015 pela editora Agir Now (agora incorporada na HarperCollins Brasil), Mil Pedaços de Você é um livro de ficção científica escrito pela autora Claudia Gray, e é o primeiro livro da trilogia Firebird.

Com 288 páginas, esse livro conta a história de Marguerite, ou Meg para os íntimos, filha de dois cientistas brilhantes. A mãe de Meg descobriu que existem realidades paralelas, e que é possível viajar para essas dimensões através de um dispositivo desenvolvido por ela e seu marido, chamado Firebird.

Mas, quando ninguém esperava, acontece uma coisa que deixam todos perplexos, o pai de Meg morre e o principal suspeito desse assassino é Paul, um dos assistentes de seus pais, que era completamente amado pelos dois.

Logo depois do assassinato, Paul rouba o Firebird e viaja para outra dimensão, mas o que ele não esperava é que Meg, junto com Theo, o outro assistente, iriam atras dele. E não importa o tanto de dimensões que ela teria que atravessar, o único objetivo de Meg era: matar Paul Markov.

wallpapers_mil-pedacos-de-voce

Vamos lá….

A história é narrada em primeira pessoa… Por esse motivo, só podemos analisar o ponto de vista da Meg. Eu particularmente não achei isso um incômodo, porém temos que levar em conta que ela não é uma cientista como seus pais. Sua inteligência toda é voltada para a arte, e analisando bem, eu achei isso bem legal. Primeiro porque é através da fala dela que ficamos sabendo o que é o Firebird e como que funciona toda essa história de dimensões paralelas, tudo de um jeito bem simples como se fosse uma amiga inteligente sua, porém que é tão de humanas quanto você, te contando. Segundo (esse é um motivo bem particular) porque era o tipo de “facilidade inteligente” que eu estava procurando.  Temos aí então um enredo que trata de um assunto complexo, porém ele é explicado de uma forma que você entende rapidamente.

Pontos científicos… Para mim, que sou uma pessoa totalmente de humanas, leiga em todos os aspectos no quesito física, matemática e em todo o restante dessa família maluca de números, achei que os pontos científicos que foram levantados na história faziam muito sentido. Pareciam até que eram fatos reais e não fictícios.

Leitura rápida… Eu demorei uns 5 dias para ler o livro todo, porque como sempre, eu tive que dividir o meu tempo com outros afazeres, mas sinto que se não fosse isso, leria esse livro em na MÁXIMO 2 dias, de tão atraente que é a leitura.

Personagens¹… Gostei de todos e de todas as versões. Neste momento enquanto digito esse trechinho do post, estou fazendo uma força enorme para não dar spoilers, mas já posso adiantar que há momentos muito apaixonantes. Porém, alguns personagens são bem pouco explorados nesse primeiro livro. Não digo que isso atrapalhou a história, maaaaaaas, não nego que tenho uma certa expectativa de saber mais sobre eles nos próximos livros.

Personagens²… Embora eu tenha curtido os personagens, tive dificuldade para imaginar as características físicas deles (exceto do Paul). E eu não faço ideia do porquê, já que isso nunca havia ocorrido antes. Mas por incrível que pareça, todo o cenário das dimensões que eu consegui montar na minha cabeça supriu essa minha necessidade de visualizar as características físicas.

—> Alerta de pequeno spoiler… quem se importar, pule para o próximo tópico <— Romance… Ah, o amor! (Suspiros) … Como já é de se esperar em um livro de temática jovem adulto, rola romances e quase romances. Mas tenho que dar destaque ao tenente Markov, que ganhou destaque no livro e deu, na minha opinião, um toque a mais na história.

Capa… A capa do livro é maravilhosa! É tão bom quando a capa e a história trabalham juntas para compor um livro bom… Oro por mais livros assim!

Uma mulher inteligente… Uma coisa que eu tenho que destacar aqui, é o fato da mãe da Meg ser uma mega cientista por mérito próprio e não por um reflexo de seu marido. E a história deixa isso bem claro, mesmo a maioria das resenhas insistindo em atropelar esse fato. Só quem está por dentro da luta dos direitos das mulheres entende o quanto é importante termos personagens mulheres que conseguem crescer simplesmente por serem inteligentes e extraordinárias, e que, se resolverem se casar, provam que o que elas tem de mais maravilhoso, somando com o que há de mais maravilhoso em seus maridos, fazem dos dois um casal fantástico.

 

Resumindo…

A complexa ideia das dimensões paralelas contada de um jeito tão descomplicado, tornou a leitura muito prazerosa sem deixar de ser inteligente. Super recomendo para pessoas que gostam de aventura, tecnologia e pitadas de romance. De 1 a 5, eu dou nota 4, porque o livro é bom, mas não tem nada de super extraordinário para levar um 5.

Então é isso Meninas Bonitas, essa foi mais uma análise. Fiquem ligadas porque já comecei a ler o segundo livro dessa trilogia e logo estarei de volta contando tudo o que achei ^^

Um super beijo da MaVi e tchau… até a próxima!


 

—> LEIA O MEU LIVRO ONLINE… É de graça 😉

Capa

 

—> ME ENCONTRE POR AÍ —> INSTAGRAM / FAN PAGE / TWITTER

Anúncios

6 comentários em “Livro: Mil pedaços de você (Análise e tudo mais)

Comenta? Comenta, comenta?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s