Coisas para fazer antes de morrer

21588_1043716512359966_2591707963240582456_n

Olá Meninas Bonitas! Tudo bem com vocês?

Sabe quando, do nada, te dá aquelas vontades loucas de mudar radicalmente sua rotina? Pois é, eu tenho uma lista cheia de coisas que eu prometi a mim mesma que faria antes de morrer.

É claro que quando se trata da morte, tudo é imprevisível, mas quem é que vive esperando não estar mais vivo amanhã? Creio que ninguém, né? Acho natural fazermos planos e sonharmos com uma vida longa e cheia de aventuras (Claro, sem deixar de viver o presente). E para a realização de alguns desses planos e sonhos, precisamos nos programar bem, ou no mínimo, listar e deixar em um lugar onde você tenha fácil acesso, assim você não se esquecerá de seus sonhos nos momentos difíceis🙂

Eu comecei a formar essa lista, quando eu ainda era adolescente, e o mais legal é que não há um momento se quer que eu me arrependa das coisas que escrevi nela. Por mais bobinhos que alguns itens sejam, elas fizeram parte da construção do que eu sou hoje.

Nela contem coisas que eu já realizei, outras que em breve alcançarei e algumas que ainda estão um pouco longe para se concretizarem. Mas, o bacana é isso, você não limitar os seus sonhos. Sabe, aquelas coisas pequenas que você quer, mas o mundo diz que é insignificante? Cara, elas também são importantes e merecem atenção.

Enfim, esse assunto de pequenos sonhos, é tema para um outro post. Hoje eu quero compartilhar 5 coisas da minha imensa lista que eu quero muito fazer antes de morrer.
Bora conferir?

***

1. Aprender a escrever com a mão esquerda
Essa na verdade é uma coisa que eu meio que já consigo. Mas para mim escrever com a mão esquerda é o mesmo que ser fluente em um outro idioma, não basta só conhecer umas palavras e decorar algumas frases, você tem que ter uma desenvoltura e uma dinâmica no diálogo. Eu escrevo com a mão esquerda, mas tenho que melhorar a velocidade, caligrafia e tals.

2. Aprender a sambar
Para alguns sambar é algo natural, para mim é um desafio. Mas, como já dizia Barney Stinson: “- Desafio aceito!”

3. Visitar pelo menos uma cidade de cada estado brasileiro
Gente, o Brasil é tão grande e bonito. E apesar de todas as coisas ruins que encontramos por aqui, eu ainda quero conhecer mais desse meu país.

4. Olhar por 4 minutos os olhos de alguém
Já faz tempo que vi um vídeo de um estudo, onde alguns casais, em diferentes fazes de relacionamentos, foram colocados em uma sala e durante 4 minutos, eles se olharam nos olhos. E, cara, o resultado foi demais!

5. Ser fluente em um idioma
Sei me virar, até que bem, no espanhol. Mas para mim, isso não é o suficiente (sou exigente). E no inglês eu sei pedir água, comida e a senha do wifi… o suficiente para a minha sobrevivência rsrs

***

Então é isso galera, esses são 5 itens da minha lista que escolhi para compartilhar com vocês. Não compartilhei a lista inteira, mas independente se estão aqui ou não, conforme eu for realizando alguma coisa, eu volto aqui e conto tudo para vocês😉

E não se esqueçam de uma coisa, talvez os seus sonhos só serão importantes para você. Digo isso porque muita gente fala para mim, que essa minha lista é bobagem, e uma pessoa com quase 21 anos, não deveria perder tempo com essas “besteiras”. Mas só eu sei o quanto cada item já realizado dessa minha lista, fez a diferença na minha alto estima e perspectiva para o futuro, e tenho certeza que as coisas que ainda não realizei, despertará em mim esse mesmo sentimento.

Espero genuinamente que tenham gostado do post!

Um super beijo e tchau… até a próxima😉

DIY – porta copo (fácil)

Olá Meninas Bonitas, tudo bem?
Hoje eu trago para vocês, mais um DIY super fácil, daqueles que deixam um resultado incrível no final.
Dessa vez, vou ensinar vocês a fazerem um porta copo bem bonitinho, que deixa qualquer ambiente mais fofo.
Bora aprender?

MATERIAIS

image

– Tinta spray – Escolhi a cor preta, mas use a cor que desejar
– Caneta
– Folha – Usei sulfite A4, mas você pode usar qualquer tipo de folha
– Cola quente
– Plástico – Não sei o nome desse plástico, mas geralmente é usado para imprimir coisas para passar em data show, e tem o mesmo tamanho que uma folha sulfite

MÃO NA MASSA

image

1- Desenhe um coração na folha sulfite e posicione o plástico por cima

image

2- Com a cola quente contorne todo o coração

image

3- Preencha o coração com vários riscos de cola

image

4- Depois que secar, tire a cola com cuidado do plástico
Obs: Fiz o teste e se você passar um pouco de óleo no plástico, antes de começar o trabalho com a cola, o seu coração sairá bem mais fácil

image

5- Pinte o seu coração com a tinta spray

RESULTADO…

image

Prontinho, o seu porta copo está pronto!
Além de brincar com as cores, você pode brincar com outros desenhos também, como estrelas, flores, formas geométricas, etc… Solte a imaginação🙂
Espero que vocês tenham gostado do post e que desfrutem bastante desse DIY
Um super beijo da MaVi e tchau… Até a próxima😉

ME ENCONTRE POR AÍ —> Snap: ma.vicentte / Insta: @marianavicente / Face: MaVi Vicente

Para você, cacheada!

 

perfil-8 (1)

Antes mesmo dos cachos serem moda, antes mesmo do termo “cacheada” existir, antes mesmo dos crespos serem sinônimos de orgulho e beleza natural, eu já havia assumido o meu cabelo do jeito que ele é. Eu era apenas uma criança, quase adolescente, mas já havia aceitado o fato de que meu cabelo jamais seria como os das moças da novela ou das minhas amigas de escola.

Naquela época, não existia esses vários produtos para cabelos cacheados que existem hoje, o máximo que tinha era a tal de babosa, que por algum motivo cujo o qual não me recordo, me recusava a passar no cabelo, mas mesmo assim eu sonhava com cachinhos arrumadinhos, brilhantes, soltos ao vento e, principalmente, eu sonhava com mais meninas com o cabelo igual ao meu.

Aí, o tempo foi passando, chegou a era dos blogs, YouTube, e consequentemente surgiram lindas moças com incríveis cachos dando dicas de como finalmente alcançar o sonho de se ter um cabelo tão lindo quanto os delas, e isso foi muito legal e importante, porque em pouco tempo a cabeça da mulherada, literalmente, passou por uma revolução. Só que nem todas souberam aproveitar esse grande momento.

Ano passado eu fui a um evento a céu aberto e meus olhos foram bombardeados pela quantidade de mulheres que assumiram o seu cabelo. Era um mar de cachos perfeitos. De repente, começou a chover, e rapidamente uma correria de meninas, cacheadas e lisas, se formou. Elas iam de um lado para o outro, com a mão no cabelo, procurando um abrigo para se esconderem daquela chuva que ameaçava estragar os seus fios. E aquela cena me fez lembrar de um vídeo que eu assisti, lá nos primórdios, quando assumir o seu cabelo natural ainda era um tabu. Nesse vídeo a menina citava os benefícios de se ter o cabelo natural, e ela disse uma coisa que eu me identifiquei na hora: “Você pode sentir a chuva!”.

Sabe aquela sensação boa de sentir a chuva escorrendo no rosto? Assumir o seu cabelo natural te permitiria ter esse momento, se você quisesse, já que não estaria preocupada em estragar a chapinha que demorou horas para ser feita. Mas as “assumidas” daquela evento não estavam curtindo a chuva.

Antigamente, as meninas se escondiam para não estragarem a chapinha, hoje, essas mesmas meninas se escondem para não estragarem a fitagem e todas os outros processos feitos exclusivamente para cabelos cacheados, que levaram um tempão para fazerem.

A grande diferença entre o ‘assumir o seu cabelo’ de antigamente e o de hoje, é que naquela época o objetivo era se ter uma liberdade e hoje a impressão que tenho, muitas vezes, é que entramos numa ditadura onde você é obrigada a ter cachos sempre perfeitos. É tipo assim, você pode sim assumir o seu cabelo, desde que ele se comporte.

Em uma dessas festas de final de ano que passamos em família, me encontrei com uma prima distante, tão distante que eu nem sabia que existia, e ela olhou para o meu cabelo e disse: “Seu cabelo é lindo, mas prefiro a chapinha, porque cuidar de cabelo como o seu dá muito trabalho”. Eu pensei em responder, de um jeitinho talvez não tão educado, mas aí eu me recordei que eu havia perdido a manhã inteira, e parte da tarde, daquele dia arrumando meu cabelo. Também me lembrei que naquela mesma viagem eu fiz o meu pai parar o carro em várias paradas na estrada para eu ir ao banheiro só para me olhar no espelho e ver se meus cachos ainda estavam no lugar, e naquele mesmo ano eu obriguei a minha mãe a fechar a janela da frente do carro, mesmo estando calor, só pra evitar que o vento batesse em meus cachos e deixassem frizz.

Foi aí que eu entendi que o conceito de assumir o seu cabelo natural estava sendo, de certa forma, distorcido. OMG, o “sentir a chuva” estava se perdendo!

Não há nada de errado em ter cachos bonitos, mas entendam que se o seu cacho não quiser se comportar dentro dos ‘novos’ padrões da sociedade, não tem problema! Afinal você o assumiu para que ele tivesse a liberdade de ser o que ele é. E se ele for rebelde, deixa ele quieto!

Parem, só parem, com essa neura de achar que seu cabelo só é bonito se ele só for daquele tal jeito. Você não se livrou de um padrão de beleza, para ser enfurnar em outro. Não sei se vocês perceberam, mas hoje é moda ter cabelos cacheados, e vocês bem sabem que toda moda passa. Quando essa moda passar, você vai ter forças e consciência o suficiente para continuar com todo esse amor pelo natural? Se a industria de cosméticos regredir e a babosa voltar a ser a única solução, você ainda seria uma assumida?

Deixo aqui registrado que não sou contra a nenhum processo químico, tratamentos, cachos perfeitos, ou qualquer outra coisa que envolva cabelo. Só não me entra na cabeça as desculpas arranjadas para deixar que eles escravizem.

Não percam mais tempo se olhando inúmeras vezes no espelho! Não fechem a janela! Dancem na chuva!

Me digam, onde foi parar aquela nossa liberdade?

Instagram: @marianavicentte / Facebook: MaVi Vicente / Fan Page: Flicka-Beleza Relativa

Eu que fiz #2 -Blusinha de bolinhas

Olá Galerinha Bonita! Como prometido, trago hoje para vocês, mais um post do quadro “Eu que fiz”.

Bom galera, antes de tudo, gostaria de avisar que vira e mexe eu posto novos croquis de moda lá no meu Instagram, então caso você também goste dessa outra parte da moda, dê uma passadinha por lá😉

  • Voltando ao assunto…

Hoje, eu venho falar dessa blusinha com estampa de mini bolinhas.

Processed with VSCO with m5 preset

Acreditem ou não, mas essa blusinha surgiu de um erro que eu cometi. Sabe aqueles erros que no fim dão certo? Então, eu comprei esse tecido para fazer um vestido, só que aí eu calculei errado o tanto de tecido que era para cortar e no fim, eu cortei duas vezes a parte de cima do vestido.

A minha sorte é que eu havia comprado alguns centímetros a mais, então mudei o modelo do vestido, fiz ele um pouco mais curto, e para não perder a parte extra que eu já havia cortado, fiz essa blusinha com o restante do tecido que sobrou.

Processed with VSCO with m5 preset

Essa blusinha tem um modelo bem básico, alça fina, frente e costa iguais e, infelizmente não dá para ver direito, algumas pregas também. Gosto de colocar pregas, porque elas dão a impressão de que a peça é mais elaborada, mesmo sendo bem simples. E claro, tem uma emenda na cintura, que disfarcei passando elástico, não tão apertado, que, naturalmente, deu uma leve franzidinha.

Processed with VSCO with c1 preset

Então foi isso galerinha, curtiram a peça de hoje? Eu gostei bastante do resultado, mas confesso que se a blusinha fosse um pouquinho maior, eu iria ter gostado ainda mais.

Ahhhhhh… já ia me esquecendo! A alça e o acabamento da parte de cima fiz de viés e na parte de baixo fiz bainha ;) 

Não se esqueçam de dar uma conferida nas minhas redes sociais e de me deixar um recadinho por lá ou por aqui mesmo nos comentários. Um super beijo da MaVi e tchau… até a próxima!

Instagram: @marianavicentte / Facebook: MaVi Vicente / Fan Page: Flicka – Beleza Relativa

7 coisas que nunca saem de moda

Olá Meninas Bonitas!!!

Há uma teoria que diz que a moda vai e vem, e tem vários exemplos que comprovam isso, como a calça flare, os conjuntinhos, o chapéu, etc… Quem é que já não ficou sabendo que tal tendência, que você julgava ser nova, já foi usada por sua mãe, ou avó, ou tataravó, ou até mesmo por uma geração que veio antes delas.

Mas há certas coisas que não se enquadram nessa teoria. Coisas que vencem “barreiras”, que infelizmente, são consideradas importantes na moda, como as estações e o tipo físico da pessoa. São coisas que surgiram para provar que a moda vai muito além das passarelas e podem sim ser usada por todas.

No post de hoje, eu trago 7 dessas coisas, que podem passar anos e anos, mas continuam firmes. Quer saber do que estou falando? Então, continuem ligadinhas aí no post!!!

Divulgação

1- BATOM VERMELHO: Existem várias tonalidades de vermelho. Tem os tons mais clássicos, tem aqueles puxados para o vinho, já outros são puxadinhos para o laranja, enfim… pode ter certeza que existe um batom vermelho especialmente feito para combinar com você. Se você ainda não achou esse ‘tom’ tão precioso, pode ter certeza que um dia você achará.

a

2-  PRETO E BRANCO: Essa é uma daquelas combinações certeiras, né? E o mais legal é que você consegue adapta-la muito facilmente aos mais variados estilos. Tendência boa tem que ser assim, fácil de usar, né não?

e

3- PRETINHO BÁSICO: Seja vestido, calça, blusa, saia ou sei lá o que mais, imagino que todas devem ter uma peça preta no armário (se não tem, deveria ter). Uma peça preta é super curinga, e não é nem pelo fato de certas peças emagrecerem, é que, além de ser uma peça fácil de fazer sobreposições e demais combinações, uma única peça pode ser usada nos mais variados ambientes, basta saber usar os acessórios, make e cabelo.

B

4- DELINEADO: Você pode não gostar, mas cá entre nós, ele dá um super realce nos olhos.

f

5- SALTO ALTO: Assim como o delineado, há mulheres que não gostam de salto, mas não tem como negar ele dá um super up em alguns looks.

c

6- CALÇA JEANS: Acho que a maioria, se não todas, tem uma calça jeans no armário. Ela são para todos os climas e vão te manter bem vestidas na maioria das ocasiões. Com uma calça jeans, você pode passar a imagem de ser uma pessoa, elegante, ou descontraída, jovem, divertida… basta saber combiná-la com a peça de cima e acessórios certos.

g

7- FLORAIS NA PRIMAVERA: Assim como o xadrez no inverno, nós sempre ligaremos a estampa floral à primavera, embora podemos usá-la o ano todo, flor na primavera sempre será aquele tiro certeiro no centro do alvo.

d

 

E aí Meninas Bonitas, gostaram do post?

Em breve farei um post explicando, e ensinando a fazer, todas essas combinações que eu tanto falei nesse post. Fiquem ligadinhas😉

E então, vocês sabem de mais alguma coisa que nunca sai de moda? Conte-me tudo e não esconda-me nada! Um super beijo da MaVi e tchau… e até a próxima!!!

Instagram: @marianavicentte / Fan Page: Flicka – Beleza Relativa

Look Delicado e Romântico / Tendência 2016

Olá Meninas Bonitas!!!

O estilo romântico não está nem perto de ser algo novo. Desde que me conheço por gente esculto algumas mulheres falando que preferem um visual mais delicado, fofinho, romantiquinho e tals. E essas mulheres com certeza vão amar saber que para esse ano, o ‘Delicado e Romântico’, virou tendência! E por essa ser uma tendência de fácil acesso, e bem democrática, eu arriscaria em dizer que vai ser uma das mais usadas esse ano.

Um look delicado e romântico em sua maioria é composto por cores claras e estampas suaves, e podem ser usados em todas as ocasiões… massss, há aquelas, que como eu, não curtem um visual todo delicado assim, porém são adeptas ao bonito e amam surpreender usando algo diferente.

d

Para essas pessoas, a saída é misturar os estilos. Por exemplo, nesse look eu usei uma blusa com uma pegada um pouco mais esportiva e coloquei uma saia plissada num tom claro. O look ficou delicado, mas a blusa escura deu uma super quebrada no romantismo.

a

Outra coisa que também dá esse contraste, é usar transparência, brilho, estampas delicadas, como as florais, mas com um fundo mais escuro. Acessórios também ajudam a deixar o visual menos ou mais romântico😉

e

É como eu costumo dizer, tudo é para todas, o que muda é o jeito de se usar!

Gostaram do post? Não deixem de comentar o que vocês acharam… conte-me tudo e não esconda-me nada!

Um super beijo da MaVi e tchau… até a próxima!!!

Instagram: @marianavicentte / Facebook: MaVi Vicentte / Fan Page: Flicka – Beleza Relativa 

 

DIY – Lembrancinha: Capinha para Tic Tac (fácil)

Olá Meninas Bonitas!!! Hoje o post vai ser rapidinho ^^

Bora aprender a fazer uma lembrancinha bem fácil, que serve tanto para festas de meninos quanto para festas meninas? Continuem ligadinhas aí no post!!!

MATERIAIS

A

  • Pedaços de papel color set – Usei três cores, mas você pode usar menos, ou mais dependendo do que você fizer. As cores são livres também😉
  • Lápis
  • Caneta
  • Tic Tac
  • Fita de Cetim
  • Cola quente
  • Tesoura

MÃO NA MASSA

B

Para começar, você vai precisar fazer o contorno da embalagem do Tic Tac no papel. Depois é só cortar.

  • Lembre que você tem que fazer o contorno da lateral também. Eu deixei a parte da frente e de trás, alguns milímetros maior na largura.

C

Passe cola da parte de trás da embalagem e cole no papel. Cole também a lateral.

DD

Com um pedaço de papel um pouco menor que a capa, escreva uma mensagem

  • Dependendo do tanto de convidados que tiver na sua festa, é melhor fazer essa parte impressa ehehehe

EF

Agora é hora de colar nossa fitinha! Passe cola na fitinha e a cole na parte da frente, de trás e na lateral

G

Para finalizar, eu fiz um coraçãozinho e colei em cima da fita.

E ficou assim a nossa lembrancinha! Divertida e colorida!

H

Fácil de fazer, né? No lugar do Tic Tac, você pode usar outras balinhas com formatos de embalagens diferentes, sem contar as muitas combinações de cores que vocês podem investir.

Espero que vocês tenham gostado e que se divirtam usando essa ideia. Um super beijo da MaVi e tchau… até a próxima!

Instagram: @marianavicentte / Fan Page: Flicka – Beleza Relativa